23 de junho de 2014

Secretaria de Educação de Esperantina fechará escolas.

Viva o Brasil. Viva a Copa do Mundo. Viva a Educação do século XXI.
Enquanto queremos caminhar para frente, outros procuram viver de atrocidades passadas.

A Secretaria de Educação de nossa querida e maltratada cidade irá, neste segundo Semestre letivo, pôr em prática um grande projeto, uma grande obra: fechar algumas escolas do município. Viva a Educação, Viva Esperantina.

Dão conta de que foi preciso até uma ajuda jurídica para saber quais escolas irão bater as portas nesta segunda metade do ano.
Que as crianças de certas localidades rurais de Esperantina como Baixinha, Malhada do Meio, Olho D'água do Pires, entre outras, possam sobreviver apenas de trabalho, pois acho que de estudo não precisam mais. Se com estas escolas em funcionamento as coisas não estavam boas, imagino agora sem um espaço educacional de todas as manhãs e tardes.

Um dos turnos (manhã) da primeira escola esperantinense irá também ser fechado. 

Enquanto se procura projetos para construir sempre mais escolas, a Secretaria de Educação daqui fecha as portas de algumas das poucas que existem.
É interessante que algumas escolas que irão ser fechadas foram reformadas recentemente. Isso é estranho. Muito estranho. Alguma explicação aí?
 
O que explica esta atitude? Que o Secretário de Educação tenham uma boa desculpa, se é que pode ter uma perante esta escolha, não para mim, mas para todos os alunos e pais de alunos dessas localidades rurais e também de três escolas urbanas. 

Conter gastos? Dinheiro na educação jamais será gasto, e sim investimento.

"Sou o que eu penso, para vocês, sou o que eu transmito".

Nenhum comentário:

Postar um comentário