19 de outubro de 2015

Menos uma área verde em Esperantina

O destaque na foto bem que poderia ser uma área de proteção ambiental.
No Brasil, uma área de proteção ambiental (APA) é uma área 'em geral' extensa, com um certo grau de ocupação humana, dotadas de atributos abióticos, bióticos, estéticos ou culturais especialmente importantes para a qualidade de vida e o bem-estar das populações humanas, e tem como objetivos básicos proteger a diversidade biológica, disciplinar o processo de ocupação e assegurar a sustentabilidade do uso dos recursos naturais.
O destaque da foto acima mostra uma área de aproximadamente 10000 m2 bem no centro da cidade de Esperantina.
É uma área particular e no momento está passando por uma divisão de herança.

Deste muito pequeno conheço a área. Cheguei a imaginar esta área sendo adquirida pelo poder público e consequentemente  transformada em um Parque, parque de lazer para os moradores de Esperantina que tanto sofre pela falta de espaços públicos. Não precisava ser um Center Park, mais pelo menos um a nosso molde.

Como o dinheiro manda no comportamento humano, independente de quem morra, este espaço verde acada de ser destruído, desmatado, desvatado até mesmo de nossas melhores lembranças.

Dois capitalistas esperantinenses compraram cerca de 80% da área e a primeira atitude foi a de derrubar as árvores para dar espaço à construção civil.

O espaço natural agora será mais uma amontoado de cimento.

Como se o mundo não estivesse quente, agora a tendência é aumentar as queimadas. 
A destruição pelo fogo a cada dia está mais próxima.

Depois não venham rezar para o papai do céu pedindo para que o mesmo façam o que vocês, humanos capitalistas, não estão fazendo.

E tudo isso acontece sem nenhum órgão governamental abrir o bico. 

"Posso não concordar com nenhuma das palavras que você diz, mas defenderei até a morte o direito de dizê-las". (Voltaire)

Nenhum comentário:

Postar um comentário