1 de janeiro de 2016

Inacabada

Recentemente tivemos a notícia de que a ligação rodoviária entre as cidades de Esperantina e Batalha está assegurada através do fim de uma grande obra de reforma da ponte sobre o Rio Longá.

A obra durou quase um século, como são todas as que são feitas em Esperantina pelos três poderes. Mas pelos menos terminou, ou parece que terminou, diferente de muitas outras.

Pelo que podemos constatar muita verba foi gasta. A empresa empregou muitos homens. Não vi nenhuma mulher. Descriminação?
Sobre esta ponte muita riqueza é deslocada de lá para cá, indo e vindo. É grande a importância para o desenvolvimento local.

Quanto aos serviços feitos na reforma, de certa forma, foram de qualidade.

De certa forma porque infelizmente, apesar de tanto dinheiro gasto, ainda está inacabada tal reforma da ponte como pode ser detectada nas fotos.

Não é admissível uma obra que custou tão cara e demorou tanto tempo para ser entregue como finalizada, ainda constar uma 'bela' e enorme "cratera" em seus extremos. 

Ou é assim mesmo que os políticos querem que seja? Acho que não.

Também existem outra explicação: como a tão sonhada e prometida BR 222 irá sair do papel neste ano eleitoral e consequentemente obrigará fazer um nova ponte sobre o Rio Longá no perímetro urbano de Esperantina, esta 'antiga' ponte pode ficar assim mesmo com este buraco enorme em seus extremos.

E assim as águas do Rio Longá vão passando sob o olhar daqueles cegos ignorantes que acham que quem está no poder devem continuar no poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário