Pular para o conteúdo principal

Servidor não ficará com falta na Greve de 30 de Junho

Os servidores públicos estaduais que não aparecerem para trabalhar nesta sexta-feira (30) não terão o ponto cortado.

E nem a falta descontada no contracheque, como acontece normalmente. 

A garantia é do secretário de Estado da Administração e Previdência, Franzé Silva.

O governador Wellington Dias falou sobre a gravidade do momento, da grade instabilidade política vivida no país com denúncia de corrupção até contra o presidente da República e ministros de Estado.


O governador defende o engajamento do Piauí na luta pela preservação dos direitos dos trabalhadores e dos aposentados.

"Como governador eu reconheço que há um nível de insatisfação muito grande, com ameaças aos direitos dos trabalhadores e por essa razão o Brasil inteiro está nessa mobilização. Recentemente tivemos uma mobilização que teve uma participação de mais 20 milhões de pessoas no Brasil inteiro, e é provável que neste dia 30 ocorra novamente grande movimentação. O Piauí é parte desse movimento de luta pelos direitos e deve participar. O que o estado vai cuidar apenas para que ocorra de forma pacífica", falou Dias ao participar de solenidade, inclusive de uma audiência com representantes da Delegação da União Europeia no Palácio de Karnak.

Esta atitude de reconhecer o direito de manifestação da classe da educação é de muito valia por parte do governador.

Devemos mostrar ao Brasil que estas reformas são anti-populista e que muito irá atrasar o desenvolvimento do país a médio e longo prazo.

Greve Nacional sempre que tivermos motivos.
Este movimento é em prol da classe mais frágil, pois é a que mais irá sofrer a curto prazo.

O Brasil deve sim ir à rua.
Independente da bagunça no governo federal, o brasileiro não deve virá refém dessa quadrilha que aí se apresenta como a via de saída de um caos já instalado há muito tempo.

Contribuição: piauihoje
Fto - sintepi 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bom dia ou Boa Tarde?

Alguns seres classificam esta diferença entre dar um BOM DIA ou BOA TARDE levando em conta o ALMOÇO e não as horas do movimento de Rotação da Terra. Você já foi corrigindo quando desejou um BOM DIA para quem já tinha almoçado? Provavelmente que sim. As indesejadas situações onde somos corrigidos quanto as felicitações de gentileza muitas das vezes não são agradáveis. Então quando devemos desejar BOM DIA, BOA TARDE? Depende das horas e não do almoço em si. Os cronologistas não aceitam esta afirmativa. Para os cronologistas o DIA tem 24 horas, portanto, desde que você esteja dentro desse período sempre será "dia". Como será você chegar na casa do (a) namorado (a) a partir das 21:00 hs e dar um BOM DIA em plena noite? No mínimo será cogitado de doido(a) ou bêbado(a). Independente da gentileza que queira passar ou até mesmo a educação que recebeu dos pais e familiares em geral o mais adequado é que das 06:00 hs até as 12:00 hs você deve dar um BOM DIA e depois do meio dia até a…

Países de industrialização tardia.

Depois da Inglaterra, Bélgica, França e Estados Unidos foi a vez de Alemanha, Japão, Canadá e Itália a se industrializarem. Por que a Alemanha (3ª Economia do mundo) se industrializou tardiamente em relação aos países pioneiros? Sua história é marcada por guerras, destruição e reconstrução. Foi derrotada tanto na 1ª como na 2ª Guerra Mundial, foi dividida e mesmo assim conseguiu reunir forças para sair, rapidamente (30 anos) dos destroços e alcançar a 3ª posição dos países mais industrializados do mundo capitalista de hoje. O Japão foi a 1ª potência a se industrializar na Ásia. Hoje é a 4ª potência econômica do mundo. Mesmo durante a 2ª Guerra, onde foi totalmente arrasada, aprendeu que para se alcançar a meta de um país industrializado é necessário se investir em Educação para gerar capital e consequentemente comprar matéria-prima na qual não tem em seu pequeno subsolo. Este dois países deram exemplo de trabalho, dedicação, força de vontade e esperança para o mundo ao mostrar que me…

Não plante Nim Indiano

Especialistas de várias áreas, biólogos, geógrafos, pesquisadores, do estado do Ceará estão preocupados com a morte do bioma Caatinga naquele estado por conta do plantio desenfreado do Nim Indiano (Azadirachta). indica A. Juss.

Estes especialistas defendem esta tese com base em observações in locus nestes últimos 10 anos.

A região de Inhamuns, sudoeste do estado do Ceará, está sofrendo com a proliferação do Nim Indiano - planta exótica oriunda da Índia. 

Invés de plantar árvores nativas da Caatinga, a população em geral e o Estado estão preferindo o Nim. 

..."a espécie Nim se alimenta dos microrganismos da terra, é repelente natural de proporções desastrosas para a fauna e a flora, tem poder extraordinário de reprodução que já está sem controle, é árvore invasora, é abortivo natural que já ocasiona danos na região", explica Jorge de Moura, secretário executivo do Pacto Ambiental da Região dos Inhamuns (Parisc).