23 de junho de 2009

A IMORALIDADE HUMANA

O que vêm a ser MORAL?


Leva-me aos nervos vê alguém pronunciar "ou coisa sem moral".

Sabem por quê?

Porque pronunciam sem mesmo saber qual o significado deste vocábulo.

Moral nada mais é do que uma velha virgem sem ter aproveitado plenamente a vida em sua juventude.


Como poderiam os deuses e anjos, sem sentirem o peso da carne, o aroma da matéria e a força do sentir, julgar nossos atos?

Porém podemos ser felizes sendo nós mesmos, fazendo o que gostamos, sem nos preocupar com opiniões alheias e sem viver conforme tabus e manipulações da sociedade.

No entanto viver, mesmo no virtual e atual mundo injusto, sem a moral do bom senso de ser o que deve ser e não o que os outros querem que nós sejamos, é se prender na mais vergonhosa atitude de querer bem ao próximo ao tempo que não paramos para enxergar os males que nos fazemos em não querer o bem de se.

O bem de se? Como podemos ver alguém feliz se somos infeliz pelos sorrisos dos outros?
Esta é uma atitude sem equilíbrio que leva qualquer cidadão à imoralidade.

Há esperantinenses que não tem vergonha na cara para comprar uma boa alimentação para os necessitados - a própria família -. Mas têm imoralidade em dar sustento há quem rir da inocência da fome de justiça e moralidade do povo que humilha pelo simples gesto de saber sorrir em público.

Vestir-se bem não podem! Cobrir as carnes de vícios de alguns humanos cretinos com boas roupas, roupas estas compradas e butiques, não têm cerimônia nenhuma e, podem.

Perguntem se tem a boa vontade de viajar para lugares abençoados por Deus como um descanso para o corpo e a alma. A resposta com certeza será - não tenho dinheiro pra isso.

Então o que falar de alugueis de automotores para irem dar sustento a uma já boa vida de mentirosos que vivem rodeados de salários públicos se passando de famintos.

Nossa sociedade é uma verdadeira imoralidade de atitudes cegas.

Devemos ser libertinos, donos do nosso próprio destino, defensores do que nos faz bem par depois, se pudermos fazer a quem precisa. E este deve merecer tal solidariedade.

Caso contrário continuarão imorais.

Fto- parazinet

Nenhum comentário:

Postar um comentário