16 de fevereiro de 2010

ESTOU DE LUTO


É com um pesar incondicional que divulgo a morte de um companheiro de mais de 7 anos.
O SPAIK (meu animal de estimação) acaba de falecer.
A tristeza é muita grande, doe muito.
Parece besteira para aqueles não tem um animal que lhe espera no portão toda vez que você sai de casa como era meu Spaikinho.
O cachorro mano.
Dormi com você, brincar com você e lhe fazer sorrir, feliz não tem preço e isso meu cachorrinho vai deixar saudade.

Há muito tempo os psicólogos reconheceram que o luto experimentado pelos proprietários de animais após a morte destes é o mesmo experimentado após a morte de uma pessoa. 

A morte de um animal de estimação significa a perda da fonte de um amor incondicional. Não há mais para o proprietário o objeto de carinho e proteção. Assim, o proprietário perde o contato com "o mundo natural."

Algumas dicas do ch-br para pessoas que perde um animal de estimação:
Passado algum tempo, o processo de luto chega ao fim. Ainda assim há diversas coisas que o proprietário entristecido pode fazer para apressar esse processo:

1. Dê a si mesmo permissão para sofrer.

  • só VOCÊ sabe o que o animal representava para você.
2. Organize um tributo ao seu animal.

  • faz que a perda pareça real e ajuda a concretizar.

  • permite que a pessoa expresse seus sentimentos e reflita.

  • reforça o apoio social.
3. Descanse bastante, coma bem e faça exercícios.
4. Fique rodeado de pessoas que entendam o que você está passando.

  • deixe que outros cuidem de você.

  • se beneficie de grupos de apoio para pessoas que perderam seus animais.
5. Aprenda tudo o que puder sobre o processo do luto. - ajuda os proprietários a perceber que o que eles sentem é normal.
6. Aceite os sentimentos que vêm com a dor.

  • fale, escreva, cante ou desenhe.
7. Permita a você mesmo pequenos prazeres.
8. Seja paciente com você.

  • NÃO deixe que ninguém diga o quanto o processo de luto deve durar.
9. Dê a si mesmo a permissão da recaída.

  • isso VAI acabar e sua vida VAI ser normal de novo.

  • a dor é como as ondas do oceano: no começo as ondas vêm rápidas e fortes, mas conforme o tempo passa, elas ficam menos intensas e mais esporádicas.

  • não se surpreenda se feriados, cheiros, palavras ou sons provoquem uma recaída.
10. Não tenha medo de pedir ajuda.

  • grupos de apoio para a perda de animais

  • conselheiros emocionais.
11. Tenha certeza de consultar sua "Força Maior."

  • religiosa ou espiritual. 


    Ftos- cravoecaneladagabriela e cyberdemocracia



3 comentários:

  1. Nunca pensei que fosse sofrer tanto com a falta do SPAIK, nenhum animal substituirá o carinho que eu tinha por ele. DESCANCE EM PAZ COMPANHEIRO.

    ResponderExcluir
  2. rpz meus pesames kara
    pena ke eu ñ posso faser nada
    depois com o pssar do tempo tu arruma outro ......

    ResponderExcluir
  3. Seu anônimo mto obg pelas palavras, mas devo dizer q não qro outro pelo motivo q nenhum outro substituirá o meu spaikinho

    ResponderExcluir