4 de novembro de 2011

Como é bom ganhar um livro de presente.

Livro
Confesso que meus pais sempre gostaram de ler. Ler revistas, letreiros, jornais e no máximo livros.
Cresci lendo gibis que chamavamos de revistinhas. Essas leituras foram feitas por influência do meu irmão primogênito.
Filho de uma professora não poderia deixar de viajar no mundo das fantasias, ficções, poemas e ilusões.
Nascido em uma cultura não muito leitora, ou seja, que não dar muita atenção para leituras, tento mudar meus hábitos. Poucos foram os livros que comprei. Ganhei mais do que comprei.

Na último dia 27/10/2011 fui acariciado por gesto muito humano por parte de um colega de profissão que me presenteou com um livro muito família.
Feliz fiquei com tamanha generosidade. Muitos preferem ganhar um litro de cachaça acompanhado de um tiragosto para sair da realidade entre os amigos.
Agradeço de coração ao colega Professor Bernardo Rocha pelo livro "Relatos de um Vaqueiro" que conta a história de seu sogro Antonio Calista Barros que já tem 98 anos.

Agora vou dormir bem melhor tenho outro bom livro de cabeçeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário