19 de dezembro de 2012

Enfim, de volta!

Foto: taizarenata
De volta ao aconchego não, mas às pequenas atividades diárias de tentar mostrar a você leitor o que uma Geografia Urbana e Rural pode nos desvendar sobre atos e atitudes cotidianas que possam vim a nos orgulhar ou envergonhar.
Fim de ano para professor não é fácil, que diga meus colegas de profissão. Recuperações, provas finais, diários a serem preenchidos, fichas a serem entregues. Muito puxado. Mas enfim estamos de férias, mesmo que seja parcial, mesmo mais careca, chato, velho, burrento, papai, gordo, afinado e tantos outros adjetivos.
O importante é que agora voltamos a ter tempo para desvendar os segredos humanos de fazerem bondade ou pelo menos "lubridiar" a opinião pública com aqueles trabalhos obrigatórios que são feitos como forma de salva guarda de um povo sem um anjo protetor. Não que eu queira ser um protetor, mas que eu seja apenas uma lupa para os fatos que nos rodeia.
Que vivamos a vida neste fim de ano para o fim dos tempos não chegar tão cedo.

Por onde começar? Mais evidente que seja por onde paramos não é mesmo?
Então, vamos aos fatos e atos.
Obrigado por perderem um tempinho nos lendo..

Nenhum comentário:

Postar um comentário