9 de março de 2013

Cartão de Crédito falsificado: mais um mal do mundo informacional

Foto Ilustração

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Federal aprovou no dai 21/11/2007, com emenda, o Projeto de Lei nº 1.547/07, que responsabiliza a administradora de cartão de crédito pelos prejuízos causados na utilização de cartões clonados. O projeto evita que o cliente seja cobrado pelas compras feitas por meio de fraudes ao sistema da empresa de cartão de crédito, pois, apesar dos sofisticados sistemas de segurança, as quadrilhas continuam a clonar os cartões para utilizá-los em compras.
O projeto estipulou também um prazo de até 30 dias para a administradora ressarcir o titular do cartão fraudado que pagar a fatura.

Esta semana, mas precisamente na Segunda (04/03), recebi a fatura do meu cartão de crédito e de imediato quase morro de susto com o valor da mesma: um valor de quase R$ 2,000,00. Até tudo bem caso não fosse que compro apenas no limite de uma cédula de um "peixe". 
O limite do meu cartão é de apenas R$ 100,00 e na fatura tinha este valor absurdo. De cara pensei que meu cartão tinha sido falsificado. Quando fui buscar informações e ao mesmo reclamar junto a empresa do cartão ficou constatado que tinham sido mesmo clonado tanto o meu cartão como minha senha.

E aí os bandidos fizeram a festa.

Este mal do mundo moderno, onde muitos humanos utiliza os serviços via Rede para facilitar a vida cotidiana, nos prende e nos supreende cada vez mais com tamanha esperteza de quem não quer trabalhar dignamente. 
 Tenha cuidado caros leitores, pois esta armadilha pode também bater à sua porta.

Fonte da foto: produtos.mercadolivre.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário