12 de outubro de 2014

PMDB ainda terá asas em Esperantina?

Com o resultado final das eleições para Governador e Deputados no Piauí eis que a pergunta surge para Wellington Dias e seus aliados: O PMDB, de Themistocles Filho, ainda terá asas nos próximos 04 anos de seu mandato?

Você, governador eleito, já conhece o PMDB, um verdadeiro arroz - serve apenas para acompanhar - e seu maior líder no Piauí (o atual presidente da ALEPI). Você sabe também que Themistocles tem influência no Hospital Julio Hartman, na Supervisão de Ensino Estadual, na Penitenciária Regional, na CIRETRAN, no IAPEP de nossa cidade, no pólo da UESPI também de nossa cidade, entre outros órgãos governamentais.
No entanto, o atual presidente da ALEPI, não subiu em seu palanque de campanha. De certa forma ficou neutro quanto às críticas à sua candidatura. O PMDB é aliado nacional do PT. Sua base na Assembleia não é a maior dificultando assim, de certa forma, seu governo nos próximos anos. Limma, candidato de sua base foi o Deputado mais votado de seu partido e ele é de nossa região. Jannaína, também de sua base, foi eleita e é da região também. Themistocles é amigo de Michel Temer.

Agora ficam os questionamentos, mesmo sabendo que em política partidária as alianças e trocas de favores é necessários, você ainda deixará Themistocles ter o total controle dos órgãos governamentais acima citados ou começará um novo ciclo de governança em Esperantina? Será que não está na hora de mudarmos esta política conservadora e centralizada em Esperantina?
Perguntamos isso por conta de vivenciarmos esta política há muito tempo e pouco termos visto melhorias para nossa gente.
É evidente que se você, senhor candidato eleito, mudar esta política, os atores, ou seja, as famílias que serão beneficiadas com esta governança será outras. Mas a forma de contratação será a mesma de hoje? Irão trabalhar mais por nossa gente? Irá ter mais qualidade nos serviços prestados.

O hospital irá para Jannaína? UESPI e Supervisão de Ensino irão para Limma?

Vamos esperar os bastidores da política da Terra do Ciganinho brotar para sabermos para quem sobrarão as fatias da pizza.

"Sou o que penso, para vocês, sou o que eu transmito".

Fotos: diariodaliberdade e diariode pernambuco.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário