14 de novembro de 2014

Passeando pelas datas.

No último dia 08 foi comemorado, mais uma vez, o dia do URBANISMO. Com a crescente urbanização de nosso território mundial este dia nasceu.
Repensar, planejar e efetivar um ambiente mais protegido e sustentado é uns dos objetivos do urbanismo. Não se trata apenas de estética urbana. Trata-se de facilidades de tráfego, de uma vida melhor nos centros urbanos. Ir e vim, olhar e sentir.
Esperantina e seu urbanismo moderno. Porcaria de nada. Esperantina nem mesmo é urbanizada.
Coitado de um ciclista que tente trafegar a principal avenida de nossa cidade não urbanizada.
São buracos, escuridão, falta de sinalização, lama do cão. Saneamento básico desgraçado, semáforos do diabo.
Calçadas se misturam com passeatas. Pedestres, motociclistas e motoristas, quem difere? Não há parada obrigatória e nem rotatória, apenas rolação e funerais.
Passando adiante, chegamos ao dia do Diretor de Escola (12/11). Parabéns pela lição, apesar de não haver alfabetização (dia da alfabetização - 14/11).

Os governantes e governados se fazem de não alfabetizados. A lição esperantinense está apenas no papel. As leis existem, mas não são aplicadas. Do que adiantam? 
O trânsito não existe e as mortes se multiplicam. O hospital não funciona, a educação não ensina e a imagem da cidade só deprime.
Durante as campanhas, os tidos eleitos fazem a lição de casa bem feitinha. Quando chega à hora de praticá-la, esquecem as datas de entrega, finge não conhecer os problemas, inúmera culpados e assim as praças públicas são esquecidas, o teatro e a biblioteca roubados, o estádio de futebol vira brincadeira de criança, a rodovia 222 ajuda eleger candidatos que vivem de promessas, o mercado não rende e nem vende, o futsal predomina, o rio seca, o bolso se enche.

No próximo dia 23 será comemorado o Dia Mundial sem Compra. Vê se aprende políticos. E no dia 24 próximo, será comemorado o dia do RIO. Quando o cais será terminado.
  
Chegue logo Natal, para a esperança ser renovada.

"Na vida, nada é tudo, tudo é pouco e pouco e nada, vivemos em um ciclo vicioso".

Fto-admake

Nenhum comentário:

Postar um comentário