17 de junho de 2015

Programa "Mais Edcuação" não está funcionando em Batalha

Qualquer Lei que vocês conheçam no território brasileiro não se aplica no município de Batalha.
Podem ter certeza disso. É quase uma Suíça da vida, onde as Leis são únicas e isso a faz como um Estado independente e ao mesmo tempo neutro.
Sejam Leis Federais ou estaduais, seja ela orgânica ou não, do céu ou do inferno. Não importa.
A Lei que predomina em Batalha é a vontade de seus gestores. E ponto final.

Não tem professor de críticas na internet, não têm vereadores, não tem justiça local muito menos estadual, não tem sindicato que dê jeito, apenas o que existe naquela cidade é o ego próprio de quem está no poder.
O programa Mais Educação do MEC é uma importante parceria da SENARC por meio do Programa Bolsa Família e visa aumentar o acesso dos beneficiários do PBF às ações de Educação Integral.

O programa tem como princípios:
* a articulação das disciplinas curriculares com diferentes campos de conhecimento e práticas socioculturais;
* a constituição de territórios educativos para o desenvolvimento de atividades de educação integral;
*  a integração entre as políticas educacionais e sociais e;
* a valorização das experiências históricas das escolas de tempo integral.

Tudo isso é bonito no papel. 
Mas estamos no Brasil, mais especificamente em Batalha, e não na Suíça, não é mesmo? 

Este programa começou em 2008 e é destinado para todas as escolas do Brasil que se cadastrarem no programa.
A cada ano as escolas cadastradas recebem um valor 'X' para as despesas com os coordenadores, orientados, merenda escolar e todo o material didático/pedagógico necessários para receber os alunos em turnos contrários aos seus estudos regulares.

Para o ano de 2015 o programa terá duração de 10 meses tendo dado início no mês de Março e fim apenas em Janeiro de 2016.
As VERBAS já começaram a cair nas contas das prefeituras.

Aqui em Esperantina bem como em São João do Arraial já começou.

- Em Batalha? 
- kkkkkkk, só no mês de Agosto.
- Boa parte das verbas já estão em conta.
- Os alunos não estão tendo a devida alfabetização.
- A fiscalização virá?
- Só Deus sabe.
- Para onde as verbas irão?
- Só o cão pode responder.

E assim estamos a viver.
E assim a educação melhora.

Viva, viva!

Nenhum comentário:

Postar um comentário