26 de abril de 2016

Às Surdinas - dois pontos zero

A cidade de São João do Arraial realizou recentemente um concurso público. Lembram? 

Depois que saiu o resultado, parece que ninguém foi aprovado para o cargo de professor dos anos iniciais.

Preocupados com ausência de professores dos anos iniciais para trabalhar nas escolas do município, a Secretaria de Educação promoveu um teste seletivo simplificado.

O teste foi dividido em duas partes: análise de currículo e entrevista.
As inscrições começaram no dia 05 de Abril. Vocês souberam? Eu apenas fiquei sabendo depois que terminaram as inscrições que foi no dia 11. 
Parece que tudo foi às surdinas, para não chamar atenção e interesses de concurseiros de outras cidades? Ficou parecendo isso , pelo menos para mim.
O valor das inscrições foi 2 kg de alimentos não perecíveis. Para um desempregado, valor justo.
Depois das duas etapas finalizadas restava a divulgação do resultado final do teste seletivo.

Ficou estabelecido para um certo dia da semana passada ser divulgado.
Como estamos no Brasil e tudo parece não andar como deveria, houve um atraso.

Agora, ou seja, a partir de ontem começou a divulgação do resultado.
Sabe como? 
O pessoal envolvido no teste começou a fazer ligação para os que conseguiram ser aprovados no teste. 
Até o momento não foi divulgado em nenhum meio de comunicação o resultado de quem foi aprovado e quem não foi aprovado.

Particularmente não quero acreditar, mesmo sendo mais cético ainda em ano eleitoral, que este teste seletivo tenha cartas marcadas.

Aos que estão supostamente recebendo ligação dando conta da alegre notícia de que foram aprovados neste teste, digo que os contratados municipais de Batalha estão com mais de três meses de salários atrasados. E saibam que os contratados de Batalha são todos colocados pela janela da administração pública e principalmente provavelmente votam para a governanta atual. Imaginem se votasse contra!

Até quando estes nossos governantes irão fazer da administração pública a administração da própria casa?

"Posso não concordar com nenhuma palavra que você diz, mas defenderei até a morte o direito de dizê-la". (Voltarie).

Fto - editoraforum

Nenhum comentário:

Postar um comentário